Reprodução em bovinos

A “Importância da avaliação do macho reprodutor bovino” foi um dos temas apresentados pela professora Bruna Oliveira, para o Comgran – Congresso Medvep de Grandes Animais, Higiene e Inspeção Alimentar.

A profissional enfatizou a importância de se fazer o exame andrológico para que o produtor entenda o impacto negativo que um macho com baixa fertilidade representa dentro de um rebanho. “Foi importante apresentar para os profissionais, alunos e demais participantes os métodos tradicionais para esta avaliação”, diz Bruna.

No entanto, o ponto alto da palestra foi a apresentação de trabalhos sobre novas técnicas utilizadas para avaliação da qualidade do sêmen. “Durante a palestra apresentamos os resultados de trabalhos realizados em que usamos a associação de sondas fluorescentes, que avaliam a integridade de membrana plasmática, integridade de acrossomo e potencial de mitocôndria. Com isso, conseguimos um resultado melhor na avaliação do sêmen do macho reprodutor e apresentamos estes resultados para os palestrantes”.

A segunda palestra da especialista foi um complemento de informações. “A influência da qualidade do sêmen na resposta inflamatória no útero da fêmea foi o tema abordado. Para isso, usamos um método não invasivo, que é a ultrassonografia doppler, técnica que estamos conseguindo estabelecer dentro da área de reprodução animal, para proporcionar uma resposta mais satisfatória. Além de ser mais acessível e menos invasiva, a técnica deixa claro a preocupação da área da saúde em relação ao seu bem-estar animal”, finaliza.

 

Reprodução em bovinos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *